POLÍTICA

Projeto de lei de Fátima Araújo é aprovado na Câmara Municipal

O projeto de lei cria Programa Mais Lazer nas escolas da rede municipal

Na sessão ordinária da última terça-feira (22), a vereadora Fátima Araújo (PCdoB) teve mais um projeto de lei de sua autoria aprovado por unanimidade pelo plenário da Câmara Municipal de São Luís. A proposta de Nº 0030/22 vai criar o Mais Lazer na Escola, programa de educação juvenil que promoverá atividades culturais, esportivas e de entretenimento após o horário de expediente das atividades escolares.

Segundo o PL, o programa será realizado em 01 (um) dia da semana a ser definido pelo corpo gestor da unidade escolar. Um dos objetivos principais do dispositivo é promover competências acadêmicas, sociais, o bem-estar físico e psíquico do corpo discente e de todos os participantes do programa.

Além de tudo isso, o programa terá a missão de promover um ambiente seguro, saudável e estimulante aos alunos, para que eles possam desenvolver as habilidades de apoio ao desempenho acadêmico. Por fim, a proposta objetiva o envolvimento dos pais, comunidade, sociedade civil, voluntários como apoiadores da causa.

“Pesquisas elaboradas por muitos autores da área de Educação demonstraram que as atividades de lazer, no contexto escolar, propiciam, dentre outros aspectos, o bem-estar psicológico e o desenvolvimento pessoal dos indivíduos que delas participam. A meta geral da educação para o lazer é ajudar estudantes, em seus diversos níveis, a alcançarem uma qualidade de vida desejável por meio do lazer. Isto pode ser obtido pelo desenvolvimento e promoção de valores, atitudes, conhecimento e aptidões de lazer que favoreçam o desenvolvimento pessoal, social, físico, emocional e intelectual”, justifica Fátima Araújo, autora do projeto de lei.

“Isto, por sua vez, terá um impacto na família, na comunidade e na sociedade como um todo. Uma das tarefas da Escola refere-se a proporcionar aos alunos conhecimentos e oportunidades para que eles possam viver, conviver e trabalhar, dando sentido as suas vidas. Atualmente, não se pode alcançar tais objetivos com uma ótica voltada apenas para uma educação para o trabalho, mas sim paralelamente para uma visão de educação para e pelo lazer”, finaliza a vereadora.

Aprovada em primeira votação, a proposta tramita nas comissões parlamentares da Câmara, onde serão analisadas. Após isso ela será subentendida a uma segunda votação em plenário e, se aprovada, só em seguida será encaminhada para a Prefeitura de São Luís, que deverá sancionar a lei.

Foto: Fabrício Cordeiro

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!