MEIO AMBIENTE

Rio Peptal: Prefeitura de Alcântara e Instituto Éden elaboram termo de cooperação

O termo assinado visa recuperar áreas de mata degradadas nas margens do Rio Peptal

Uma parceria entre o Instituto de Reflorestamento Éden e a Prefeitura de Alcântara está elaborando um termo de cooperação com o objetivo de recuperar as áreas de mata degradadas ao longo do curso de Rio Peptal. Uma reunião entre a equipe técnica da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMARS), representantes do Instituto e do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) marcou os trabalhos de elaboração do documento.

O objetivo da parceria é recuperar as áreas de mata degradadas ao longo do curso de rio por meio de reflorestamento, sobretudo da nascente, e conservar a Área de Preservação Permanente (APP) do rio, genuinamente alcantarense, com uma extensão de aproximadamente 11 quilômetros, sendo ele quem abastece a cidade de Alcântara.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Mio Ambiente, o reflorestamento será feito pelo Instituto Éden em parceria com a Prefeitura Municipal e o CLA. Jefferson Horley explica que primeiramente está sendo feito o levantamento e mapeamento das áreas degradadas, e que após essa etapa será elaborado o plano de plantio e reflorestamento com árvores de espécies nativas. Ele informou ainda que as mudas serão oriundas de viveiros que serão instalados pelo Instituto Éden no Município como contrapartida do termo de cooperação.

“A reunião foi bem proveitosa. É muito importante falar sobre a preservação dos nossos recursos hídricos, sobretudo dada a importância do rio Peptal para o nosso Município. A recuperação das áreas degradadas ao longo do curso do rio tem importância fundamental na manutenção do Peptal e na garantia de seus recursos para a população. E isso não se faz sozinho, precisamos unir as forças através de parceiras com institutos como o Éden, comunidades e as diferentes esferas governamentais”, conclui o secretário de Meio Ambiente.

Participaram da reunião, além da equipe técnica da SEMMARS – composta pelo secretário de Meio Ambiente de Alcântara, Jefferson Horley; o assessor técnico Vinicius Maciel, a analista ambiental Rafaella Sousa, e o diretor de Fiscalização e Licenciamento, Yan Amorim) -, o supervisor do Instituto de Reflorestamento Éden, Amisterdan Botelho, e a chefe do CLA, Pauline Santiago. A reunião ocorreu na manhã desta quarta-feira (3/11).

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo