POLÍTICA

Rosângela Bertoldo deixa Semcas São Luís: Secretaria está jogada às traças

Quem trabalha na Semcas, encontra dificuldades em tudo, até falta de papel higiênico

A secretária Municipal de Assistência Social (SEMCAS), Rosângela Carvalho Bertoldo, não aguentou o descaso da gestão Braide com a pasta e deixou o cargo no último dia 13 de maio, um ano depois de pedir demissão da pasta, conforme exoneração publicada no Diário Oficial do Município (DOM), na última segunda-feira (16). Bertoldo teve dificuldades em tudo dentro da pasta e não conseguiu avançar, já que a gestão Braide dificulta tudo, inclusive o básico.

Segundo o blog do jornalista Isaías Rocha apurou, além da ex-titular da Semcas já existe outros dois secretários que também desejam entregar seus respectivos cargos. Assim como Rosângela, os auxiliares reclamam da falta de autonomia e discordâncias com o prefeito Eduardo Braide que centralizou a administração nas mãos de um dos irmãos: Fernando Braide, que é pré-candidato a deputado e usa a gestão para angariar apoio político.

“Existe a prefeitura virtual das redes sociais e a prefeitura real que está desorientada, desorganizada e parece ter dois prefeitos”, relatou uma fonte com atuação na gestão, após manter  contato com o jornalista Isaías Rocha.

A situação dentro das secretarias municipais vai além da publicidade na TV e Internet. Segundo fontes, falta o básico, principalmente as secretarias de saúde, assistência social e educação. Alguns funcionários chegam a fazer a famosa vaquinha para comprar, materiais básicos para trabalhar. Até papel higiênico tem funcionário que leva de casa, para evitar transtornos.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!