POLÍTICA

Sobrinho de Carlos Brandão se afastará do cargo de secretário. Ele é apontado como suposto “Careca” na cena do crime dia em que o empresário João Bosto foi executado

O crime aconteceu no último dia 19 de agosto, no bairro Ponta do Farol em São Luís, onde estavam o suposto "Careca", o vereador Beto Castro, a assassino e a vítima

O depoimento da esposa do empresário João Bosco, morto no último dia 19 de agosto no bairro Ponta do Farol em São Luís, caiu como uma bomba na imprensa local. Após depoimento de Eliza Maria à Polícia Civil do Maranhão, o sobrinho do governador Carlos Brandão (PSB), Daniel Itapary Brandão, nomeado pelo tio como secretário de Estado de Monitoramento de Ações Governamentais, passou a ser a apontado como o suposto “Careca” citado pela Viúva de Bosco em seu depoimento.

Após a imprensa independente começar a suspeitar que Daniel Itapary possa a ser o suposto “Careca” na cena do crime, ele passou a ser o assunto mais comentado nas redes sociais e grupos de WhatsApp nos últimos dias.

Ele pediu afastamento do cargo que ocupava na gestão de Carlos Brandão, para participar de um evento sobre clima. A informação consta no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (14). Veja o documento abaixo.

De acordo com a publicação, Daniel, no período compreendido entre os dias 08 a 18 de novembro, irá se afastar da função, sem prejuízo da sua remuneração, para participar da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, que ocorrerá em Sharm El Sheikh, no Egito.

Nos bastidores, consta que o depoimento da Viúva de Bosco teria mexido com as estruturas do Palácio dos Leões e por esse motivo o governador Carlos Brandão nunca se manifestou sobre o caso, já que supostamente evolve a SEDUC. Veja parte do depoimento da Viúva de Bosco.

Além de Daniel Itapary, outros servidores, de outras pastas, também irão participar do evento, segundo o Diário Oficial do Estado. Daniel Itapary Brandão ganhou status de secretário tão logo o tio assumiu a cadeira principal do Palácio dos Leões, em abril de 2022. Ele é filho de José Henrique Barbosa Brandão, ex-prefeito da cidade de Colinas-ma, curral eleitoral da família Brandão. Além da pasta que comanda, Daniel possui assento no conselho do Porto do Itaqui.

ENTENDA O CASO QUE ENVOLVE O SUPOSTO “CARECA” NA CENA DO CRIME, DIA EM QUE JOÃO BOSCO FOI EXECUTADO

No depoimento, Eliza afirma que viu por uma das câmeras de segurança do local, por um ângulo até então mantido no anonimato, uma terceira pessoa na companhia de seu marido João Bosco e do vereador Beto Castro, a quem classificou apenas como um “rapaz careca”. A presença de uma terceira pessoa foi ocultado no depoimento inicial dado pelo vereador Beto Castro, testemunha ocular do crime. A informação dada por Eliza foi confirmada com a divulgação das novas imagens na semana passada. Veja abaixo.

Na gravação, o “rapaz careca”, alto e de porte físico atlético, aparece sentado na mesma mesa com Beto Castro, João Bosco e Gilbson César Soares, assassino confesso do empresário. Segundos depois, no entanto, vai para um canto conversar com um homem de terno que o cumprimenta, também ainda não identificado pela Polícia Civil do Maranhão.

Que a Polícia Civil investigue e desvenda logo esse caso, mostrando a sociedade os verdadeiro envolvidos nesse crime, que supostamente pode ter sido causado por uma possível cobrança de propina.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!