POLÍCIA

Vereador Beto Castro fala sobre ação da Polícia Federal em sua casa

Parlamentar de três mandatos, Beto Castro sempre foi bem votado

O vereador de São Luís, Beto Castro falou ao jornalista John Cutrim sobre a operação da Polícia Federal que realizou, na última sexta-feira (11), buscas em sua residência, localizada no bairro de Fátima, na capital maranhense.

De acordo com o vereador, a PF identificou um transferência de R$ 15  mil reais de uma empresa ligada ao deputado federal Josimar Maranhãozinho para a sua conta. Dei as devidas explicações e ficou tudo certo. Não estou incluído no processo”, afirmou.

Beto Casto disse ainda a John Cutrim, que teve que ir à sede da Polícia Federal porque foi localizada uma arma em sua residência durante as buscas.

ENTENDA O CASO DA OPERAÇÃO

A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em endereços ligados a três deputados federais do PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, por suspeita de desvio de recursos de emendas parlamentares. Um dos alvos foi o deputado Josimar de Maranhãozinho (PL-MA).

A suspeita é que eles usariam um esquema de desvios articulado por Maranhãozinho, envolvendo empresas de fachada e dinheiro vivo. A operação é um desdobramento da investigação batizada de Ágio Final, deflagrada em dezembro de 2020.

Por John Cutrim

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!