BABADO DA SEMANA

Vereador de Carutapera-MA é acusado de fraudar cotas no Rio Grande do Sul

Felisberto Ferreira de Freitas Junior é daqueles, que mesmo tentando uma vaga por cota, tira onda luxando na cidade

O Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul investiga o vereador e advogado, Felisberto Ferreira de Freitas Junior, maranhense de Carutapera, por suposta fraude no processo de Cotas de universidade em Pelotas-RS.

A denúncia recebida pelo órgão gaúcho, aponta que foi constatada fraude no sistema de cotas raciais, cometida pelo vereador, para o ingresso em programa de Mestrado na Universidade Federal de Pelotas (UFPEL).

Ocorre que, Felisberto é loiro e de pele branca e olhos claros, o que não se enquadraria na autodescrição dada por ele, ao se candidatar à vaga no mestrado. No processo, o vereador maranhense se autodeclarou negro, e que seria pessoa legítima para concorrer às vagas destinadas ao segmento, conforme a Lei nº 12.990/2014, que reserva aos negros 20% das vagas oferecidas.

Após ser entrevistado pela banca de seleção, o vereador teve o pedido de reconhecimento de candidato negro negado e ainda assim, entrou com recurso para ocupar a vaga. A banca da universidade negou novamente e ele entrou com mandado de segurança.

O curioso é que, não bastasse a possível fraude, o candidato de pele branca e cabelos loiros ainda faz questão de fazer aparições públicas e pelas redes sociais com roupas e relógios caros e carros de luxo, atitude esta que demonstra de forma clara que o possível fraudador estaria realmente agindo dolosamente nessa tentativa fraude, já que não passa por dificuldades financeiras, o que poderia, mesmo que remotamente, justificar a intenção de burla às cotas.

Por Leandro Miranda

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo