MARANHÃO

Condenação eterna: Acusado da morte de Décio Sá morre após infarto

Pai de Gláucio Alencar, que ainda chegou ser preso, morreu na noite desta segunda-feira (18)

Um dos acusado na participação da morte do jornalista Décio Sá, morto em abril de 2012, José Miranda, de 82 anos, morreu na noite desta segunda-feira (18) após sofrer um infarto. Ele já lutava contra um câncer de pulmão e estava em liberdade após passar alguns meses presos.

José de Alencar Miranda Carvalho, e o filho Gláucio Alencar, são acusados de serem mandantes da morte do jornalista Décio Sá, ocorrida em abril de 2012, na avenida litorânea em São Luís.

Miranda e o filho foram apontados pela investigação como principais mandantes da morte do jornalista por estarem incomodados com reportagens sobre agiotagem.

Apenas duas pessoas supostamente envolvidas foram condenadas e presas. Prestes a completar 10 anos do crime, os demais continuam livres, leves e soltos.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!