ARTIGO

Dr Julinho enfrenta dois problemas: a destruição da cidade pela gestão passada e as Fake News implantadas pelos destruidores

O prefeito de Ribamar-MA está mostrando com trabalho como reconstruir o município e destruir as fake news dos desmamados

Em apenas 75 dias de gestão, o novo chefe do executivo do município de São José de Ribamar, Dr. Julinho (PL) tem encarado com pulso forte os desafios da triste situação de destruição da saúde, educação, infraestrutura e demais setores deixada por seus antecessores, que infelizmente usaram a prefeitura de Ribamar apenas por glamuor. A prova da incompetência administrativa é que para massacrar o povo ribamarense foi usado dois incompetentes na cadeira de prefeito durante 4 anos: Luís Fernando Silva e Eudes Sampaio, que se juntar os dois, passar no liquidificar, não daria metade de um gestor.

Atualmente Luís Fernando está congelado em uma secretaria no governo Flávio Dino e Eudes Sampaio ascendo velas para o anjo da guarda implorando para não ser preso, já que as tretas deixadas por ele são grandes, segundo circula nos bastidores da cidade balneária. O certo mesmo é que São José de Ribamar ficou destruído, abandonado e o povo sofrendo pela falta de compromisso dos gestores passados com a população.

Moradores têm procurado o Portal G7 para fazer graves denúncias sobre o Hospital Municipal abandonado por Eudes Sampaio e Luís Fernando, que atende não só pacientes de São José de Ribamar, mas também de municípios vizinhos. O desrespeito da dupla “ferrugem” que destruiu o município achando que virariam o Padroeiro da Cidade, está estampado por todos as partes do município, tanto na sede, quanto na zona rural.

Segundo denúncias de ribamarenses, por falta de manutenção da antiga gestão, o prédio do hospital está em péssimas condições, paredes sujas e descascadas, piso quebrado, sistema de esgoto comprometido, telhado prestes a cair, sistema elétrico danificado e cozinha que não atende as normas da vigilância sanitária. A situação é de calamidade pública e mesmo com a crise sanitária, o prefeito Dr Julinho irá fazer uma reforma urgente na Unidade de Saúde.

Luís Fernando e Eudes Sampaio não respeitavam nem a Constituição, imagina o povo de São José de Ribamar, que ao longo de 4 anos sofreu assistindo sucessivas crises no setor da saúde ao longo dos últimos anos. Antes mesmo da chegada do coronavírus, os ribamarenses já notavam os sinais de desgaste do sistema, e hoje as consequências são graves graças a incompetência da dupla “ferrugem”..

Conhecedor da importância de um hospital em funcionamento, principalmente em tempos de pandemia, Dr. Julinho tem a dura missão de priorizar a reconstrução da cidade, da saúde, da educação, infraestrutura, assistência social e dar à população ribamarense condições mais dignas e humanitárias de vida. Tudo o que o antigo prefeito não fez por incompetência e descaso com a população.

Em contato com a assessoria da Prefeitura de Sao José de Ribamar-MA, o G7 foi informado que as obras de recuperação do hospital já serão iniciadas, além dos reparos no prédio, da troca de telhado, da recuperação da parte elétrica, do esgoto e da reconstrução da cozinha, o hospital terá central de oxigênio.

O povo de Ribamar precisa curar os sintomas deixados pelas bactérias que destruíram o município e massacraram o povo por por 4 anos. São José de Ribamar está liberto e caminha agora pelo trilho do desenvolvimento.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo