BABADO DA SEMANA

Funcionários da rádio Capital AM colocam Roberto Rocha na justiça

O senador do Maranhão, aliado de Bolsonaro, deve até salários dos funcionários da rádio

O filho do ex-governador Luís Rocha, que sonha ser governador do Maranhão, mas só está senador graças aos ombros de Flávio Dino, não conseguiu administrar a rádio Capital AM 1.180 KHZ, que funcionava com apenas 7 funcionários. Roberto Rocha, assim como sua família, pouco está se lixando para os trabalhadores da emissora, que ficaram sem receber 12 meses de salários (a família Rocha negociou com o trabalhadores e em comum acordo pagou metade, com a promessa da rádio voltar a funcionar e a outra metade os funcionários abriram mão). Foi apenas enganação. A emissora da família Rocha funcionou por 21 anos.

Cansados de serem enrolados pelo senador Roberto Rocha, pelo ex-prefeito de Balsas-MA, Luís Rocha Filho (Rochinha), os funcionários optaram por colocar a rádio de Roberto Rocha na justiça. Dos 7 funcionários da rádio, 5 colocaram na justiça, mas nenhum recebeu indenização até agora.

“Os donos da emissora não estão nem aí para algum funcionário. Nem dona Terezinha Rocha (esposa do ex-governador Luís Rocha), mãe de Rochinha, Roberto Rocha, Cintia Rocha e Marcos Rocha. Nenhum deles estão aí pra nós. Até nas audiências no Ministério do Trabalho ninguém compareceu. As causas foram julgadas à revelia”, destacou um dos funcionários da rádio Capital.

A rádio Capital saiu do ar dia 25 de outubro de 2017, às 20h30, após invasão no parque dos transmissores. Prestes a completar 3 anos fora do ar, os funcionários continuam sem receber a indenização por tempo de serviço, já que a justiça deu causa ganha aos trabalhadores.

NA REDE SOCIAL ROBERTO ROCHA PREGA SER CORRETO

Na rede social Roberto Rocha, que bajula  Bolsonaro 24h por dia, prega ser o maior e melhor empreendedor do mundo, só que na realidade, está longe que prega no Facebook e Twitter. Só que ele nunca mostrou que deve os funcionários da rádio Capital e nem está preocupado em pagar. Com o sonho de governar o Maranhão que tem 7 milhões de habitantes, Roberto Rocha mostra que não conseguiu administrar uma simples empresa de sua propriedade que tinha apenas 7 funcionários. É muita hipocrisia!

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo