POLÍTICA

Governador Carlos Brandão se reúne com Lula em São Paulo

Durante encontro, Flávio Dino reforça mobilização: “o que vence é militância na rua”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reuniu 7 governadores e 16 senadores na tentativa de armar um contra-ataque em relação aos apoios anunciados no segundo turno contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), que reuniu endosso de 5 governadores nos últimos três dias.

Lula recebeu o apoio de sete atuais governadores e três governadores eleitos. Estavam presentes também 16 atuais senadores e outros três eleitos no último domingo. Em reunião nesta tarde em São Paulo, havia membros de dez partidos, incluindo siglas que não compõem a aliança lulista, como PSD e MDB; que se mantiveram neutros; e o PP, que está com Bolsonaro. Havia ainda três governadores e cinco senadores eleitos no último domingo (2).

O senador eleito Flávio Dino (PSB-MA) pediu que a campanha não desanimasse e seguisse mobilizando apoiadores em eventos presenciais. “O que vence é militância na rua”, disse o ex-governador.

Dino destacou propostas de encaminhamento para a reunião. “Quero acentuar que a diferença Norte e Nordeste tem um caráter decisivo. Ampliar no Norte-Nordeste é um dos vetores da nossa vitória”, comentou.

“Segundo: mobilização. Eleição se ganha na rua, e militância vai pra rua quando o líder vai pra rua. Terceiro: transporte é um direito do eleitor que a Justiça Eleitoral precisa garantir. Quarto: eleição é emoção e sedução. Quinto: mobilizar as crianças, porque Lula é a esperança das crianças”, elencou.

O governador Carlos Brandão que estava acompanhado do vice Felipe Camarão, ressaltou o total apoio do Maranhão à vitória de Lula. “Dos 217 municípios, só perdemos em três municípios. O presidente teve 68% dos votos, só ficamos atrás do Piauí. Nosso desafio é bater esse recorde”, disse.

Segundo ele, é muito importante nesse segundo turno que cada um se empenhe o máximo possível para que a gente diminua a abstenção.

“No Maranhão, já fizemos a primeira grande caminhada na segunda-feira após as eleições, e vamos ter reuniões com prefeitos, ex-prefeitos e deputados. Pode contar com o Maranhão, que vamos mostrar pro Brasil que o Maranhão é Lula”, afirmou.

Lula pediu empenho aos aliados para ampliar a votação que obteve em todo o país e demonstrou confiança com uma vitória em segundo turno.

Por John Cutrim

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo