BABADO DA SEMANA

Prefeito de Cururupu-MA vai torrar mais de R$ 1 milhão com “Camisinhas”

A farra com dinheiro público precisa ser interrompida urgentemente pelo Ministério Público

Quando o brasileiro pensa que já viu de tudo, é quando aparece uma daquelas que contado não tem graça. No município de Cururupu-MA, localizado no Litoral Ocidental Maranhense, o prefeito Aldo Lopes (PSB), que foi eleito com a promessa de fazer tudo diferente da ex-prefeita Professora Rosinha (PCdoB), apareceu com uma possível licitação um pouco estranha, em plena pandemia do novo coronavírus.

Ao invés de investir em leitos para o tratamento de Covid-19, Aldo Lopes tratou de fazer uma licitação para compra de “Camisinhas”. De acordo com o edital licitatório publicado o Diário Oficial, a possível compra de camisinhas custaria aos cofres públicos mais de R$ 1 milhão de reais. Os produtos sem lubrificantes seriam adquiridos pela Secretaria Municipal de Saúde. São 15 mil caixas de preservativos, no valor exato de R$ 1.382.760,00 (uma milhão, trezentos e oitenta e dois mil, setecentos e sessenta reais).

Sem disfarçar do desperdício de dinheiro público, o prefeito Aldo Lopes precisa explicar ao Ministério Público do Maranhão essa necessidade exorbitante, já que o município de pouco mais de 30 mil habitantes, deve ter outras prioridades na área da saúde. Fazendo um cálculo rápido, 15 mil caixas de preservativos, caso tenha 4 unidades em cada, seriam 60 mil camisinhas, o que daria 2 preservativos para cada habitante.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo