FAMEM

Prefeituras do Maranhão editam decretos com medidas mais rígidas para combater a Covid-19

Os indicadores crescentes da pandemia, inclusive com casos comprovados de nova variante com elevado grau de contágio, têm alertado os gestores

Mais de  30 prefeituras do Maranhão editaram decretos com medidas de restrição para conter a expansão da Covid-19 no estado. A Famem tem orientado os prefeitos na edição dos decretos prosseguindo com a estratégia de enfrentamento da pandemia adotada desde os primeiros casos registrados no território maranhense e no país.

Os prefeitos estão levando em consideração as novas medidas adotadas pelo Governo do Estado do Maranhão para diminuição dos casos da Covid-19. Os indicadores crescentes da pandemia, inclusive com casos comprovados de nova variante com elevado grau de contágio, têm alertado os gestores.  Diante do agravamento da pandemia e a eminência do colapso na rede de atendimento público e privada, a Famem editou a Recomendação nº. 004/2021, em 3 de março de 2021, orientando sobre medidas mais rígidas para prevenção e combate à doença.

Em Imperatriz, o prefeito Assis Ramos tem intensificado nos últimos dias as fiscalizações para conter a disseminação do novo coronavírus na cidade. A fiscalização ostensiva tem sido coordenada pela Secretaria Municipal de Governo e Projetos Estratégicas. A força tarefa conta com participação da Vigilância Sanitária, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Municipal, Secretarias de Planejamento Urbano, e de Meio Ambiente. Por medida de segurança, também foram restringidas visitas aos pacientes e permanência de acompanhantes em unidades hospitalares.

O prefeito José Farias de Castro foi um dos primeiros no estado a decretar medidas restritivas entre os 217 municípios do estado do Maranhão. No município de Brejo até o início de março deste ano, 945 casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Foram 26 os óbitos pela covid-19 na cidade no período de 12 meses.

Nesta sexta-feira, 5, o Diário Oficial dos Municípios, editado pela Famem, trouxe novos decretos seguindo a mesma direção dos já editados pelos prefeitos. Em  Arame, o prefeito Pedro Fernandes baixou decreto suspendendo a autorização para realização de reuniões e eventos em geral e também das aulas presenciais em instituições de ensino públicas e privadas no âmbito do município.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo