ELEIÇÕES

Sarney quebra “anzol” de Cléber Verde

O deputado federal Cléber Verde perdeu a gerência do INSS no Maranhão

O deputado federal Cléber Verde (PRB) teve seu “anzol quebrado” pelo ex-presidente Sarney, ao perder o comando da gerência do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), que autorizava o Seguro Defeso aos pescadores no Maranhão. Uma das formas como Cléber Verde buscava seus votos, segundo informações, pode ter dificuldades e ainda atrapalhar seu irmão Júnior Verde, que busca a reeleição para a Assembleia Legislativa do Maranhão.

Após emprestar o PRB para o Palácio dos Leões em troca do Instituto de Terras do Maranhão (ITERMA), o deputado federal Cléber Verde não manda mais na Gerência Executiva do INSS no Maranhão, que era administrado por Luís Carlos Silva.
O presidente Michel Temer (MDB) exonerou o indicado de Verde e nomeou uma indicação do ex-presidente José Sarney (MDB) para ser controlado pela filha, ex-governadora Roseana Sarney, que é pré-candidata ao governo do Maranhão nas eleições de outubro deste ano.
De acordo com informações fidedigna, Roseana tem avisado aos aliados que vão na residência da família no Calhau, em São Luís, o Cléber Verde já havia sido sacado fora do comando do órgão. “O INSS não está sob o controle de Cléber Verde”, tem dito a ex-governadora.
O objetivo do grupo Sarney foi enfraquecer Cléber Verde no setor da pesca no Estado, já que sua carreira política foi trabalhada em cima dos trabalhadores da pesca. Os pescadores só recebem o Seguro Defeso depois que o processo passa pelo INSS e isso agora dificultará a vida de Cléber, que se vacilar pode ficar fora da Câmara Federal e ter sua ficha vasculhada.
Como todos sabem, o reduto eleitoral do deputado Cléber Verde é o Seguro Defeso (uma assistência financeira temporária concedida aos pescadores profissionais artesanais durante o período de defeso, quando são obrigados a paralisar a sua atividade para preservação da espécie).
Aliados do parlamentar informaram que Cléber Verde está tranquilo.“Ele não está preocupado porque todo procedimento do benefício já foi realizado aos pescadores e agora não pode ser mais feito nada por conta das eleições”, disse um aliado de Verde.
Por Luís Pablo

ARTIGOS RELACIONADOS

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close