NOTÍCIAS

Senado aprova reforma eleitoral

A votação foi em primeiro e segundo turno com placar elástico

Em menos de uma hora nesta quarta-feira (22), o Plenário do Senado Federal aprovou, em dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 28/2021, que promove a reforma no sistema eleitoral brasileiro. Na primeira votação, foram 70 votos a favor e três contrários. Na segunda, o placar indicou 66 a três.

A PEC agora seguirá para promulgação- para que trechos passem a valer ainda em 2022, a proposta precisa ser convertida em emenda constitucional até o dia dois de outubro.

O texto foi analisado e aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, onde a relatora, Simone Tebet (MDB-MS), apresentou parecer contrário à possibilidade de retorno das coligações partidárias, tema mais polêmico do texto. “Só valeu para a eleição de Vereadores e não foi sequer experimentada na eleição majoritária de Deputados Federais e Governadores”, frisou a senadora.

O texto, já aprovado na Câmara dos Deputados em agosto, trata de temas como o peso maior à eleição de candidatos negros e mulheres na distribuição do fundo partidário, e a mudança da data de posse de cargos para os dias cinco e seis de janeiro. Este último tema, indicou a senadora.

Por Congresso em Foco

Veja abaixo a sessão de votação na Câmara Federal.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!