EDUCAÇÃO

Após eleição, Carlos Brandão corta mais de R$ 23 milhões da UEMA e UEMASUL

Sem essa verba, a Universidade Estadual do Maranhão terá dificuldades para manter seus compromissos

O Governo Carlos Brandão (PSB), reeleito no último dia 02 de outubro, tão logo encerrou-se o pleito, iniciou um trabalho de alteração e remanejamento de recursos do orçamento do Maranhão. Um exemplo disto foi publicado no Diário Oficial do Estado da última terça-feira, dia 04 de outubro.

Através da Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento, comandada por Luis Fernando Silva, ex-prefeito de São José de Ribamar que renunciou ao cargo em duas oportunidades, o Palácio dos Leões retirou R$ 23.358.438,00 das dotações orçamentárias da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL).

A publicação no DOE não traz informações sobre os motivos que fizeram com que o governador determinasse as modificações.

No período de campanha e de pré-campanha, aberturas milionárias de créditos suplementares em Secretarias foram constatadas periodicamente.

A Secretaria de Estado da Infraestrutura, por exemplo, foi turbinada em mais de R$ 350 milhões com este tipo de arranjo no orçamento.

A pasta é dirigida pelo engenheiro Aparício Bandeira, indicação do Grupo Sarney para o Governo Brandão e que tem como representante no campo político a ex-governadora Roseana Sarney (MDB), eleita deputada federal.

Outra Secretaria que também recebeu suplementações milionárias foi a pasta das Cidades e Desenvolvimento Urbano, que tem como titular Joslene Rodrigues, esposa do deputado federal reeleito, Marcio Jerry (PC do B).

Por Gláucio Ericeira

Mostre mais

Artigos Relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!