JUSTIÇA

Famílias de trabalhadores mortos recebem orientação jurídica

João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva foram mortos quando prestavam serviços para a Cemar

O núcleo de Serviço Social e a defensora pública-chefe da unidade da Defensoria Pública da União (DPU) em São Luís (MA), Ana Carolina Valinhas dos Santos, estiveram na manhã da quarta-feira (23) com os familiares de João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva, assassinados no último dia 15 quando prestavam serviços terceirizados para a Companhia Elétrica do Maranhão.

Durante a visita, a DPU manifestou condolências aos familiares e prestou orientação jurídica acerca de verbas rescisórias, saques de FGTS, questões previdenciárias e outros direitos, além de sanar as dúvidas das famílias.

“Nada devolverá os entes queridos tão brutalmente assassinados. A visita de nossa Instituição foi uma forma de prestar solidariedade a tamanha dor e, neste momento de extrema vulnerabilidade, orientá-los legalmente sobre os direitos que têm”, afirmou a defensora chefe.

Sobre a Defensoria Pública da União
A DPU é uma instituição permanente e autônoma, funcional e financeiramente, criada para resguardar o direito das pessoas hipossuficientes no âmbito da Justiça Federal, Militar e Eleitoral. Atua, também, perante grupos socialmente vulneráveis, como pessoas em situação de rua, índios, quilombolas e catadores de recicláveis.
Com Informações (Assessoria de Comunicação Social DPU )
Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo