ELEIÇÕES

Yglésio Moysés: Advogado, Cabo Eleitoral ou Porta Voz de Carlos Brandão?

Parlamentar eleito pelo PDT agora cospe no prato que encheu a barriga e defende o ninho do tucano

O deputado estadual Yglésio Moysés, usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão nesta quinta-feira (2) para fazer ataques a jornalistas e aos possíveis adversários de Carlos Brandão e ao mesmo tempo se mostrou Porta Voz do vice-governador ao defender a candidatura do Tucano ao governo do Maranhão nas eleições de 2022. O pronunciamento de Yglésio fez um ziriguidum no meio político e deixou revoltados possíveis aliados de Brandão, que se sentiram mercadorias após assistirem ao vídeo proferido pelo deputado.

Em parte de seu pronunciamento, Yglésio se empolgou e disse que Brandão será candidato ao governo e após sentar na cadeira de Flávio Dino em abril de 2022 ficará fortalecido entregando obras, como se os prefeitos do interior do Maranhão trocassem seus apoios com inaugurações de obras a partir de abril. Yglésio praticamente afirmou que com a máquina pública na mão fica mais fácil de conseguir apoio visando as eleições de 2022.

“Nós que estamos aqui defendendo o projeto não vamos admitir também que plantem fake news. Quem tiver se confiando agora em tentar enfraquecer Brandão e colocar meu amigo Camarão que é candidato a deputado federal, vai perder a sua aposta. Brandão segue firme deputado Arnaldo [Arnaldo Melo] construindo um projeto de fortalecimento”, enfatizou Yglésio, que se mostrou um advogado de Brandão e ter carta branca para defender o Tucano.

O discurso de Yglésio revoltou alguns simpatizantes de Brandão, que poderiam ser aliados, mas devem tirar os pés do Palácio dos Leões após o vice virar governador. Prefeitos que não terão os nomes revelados pelo G7 por retaliações do Palácio dos Leões, demonstraram revolta com o comentário de Yglésio.

“Lamentável as palavras do deputado Yglésio. Não somos bananas, muito menos massa de manobra. Opiniões divergente não faz ninguém inimigo político. Queria muito que o mesmo tivesse a coragem de nominar os tais adversários. Covardia atacar o PDT que tanto lhe deu morada para sua candidatura. Se esse mini grupo acha que o fato de sentar em uma cadeira de governador é possível lhe dar poderes supremos, estão enganados, voto de cativa, se conquista. Querer achar que máquina pública é rolo compressor, estão enganados. Acho que esse tipo de postura ofende todos os prefeitos, pois não somos mercadorias”, descreveu o prefeito de uma importante cidade do Maranhão.

Yglésio que foi eleito pelo PDT em 2018, deixou o partido para ser candidato a prefeito de São Luís e agora deve virar tucano, mesmo sabendo que corre risco de não ser reeleito deputado, caso se filie ao PSDB. Na verdade, Yglésio ainda não sabe o que quer, é frustrado, mostrou que é um péssimo gestor ao ser nomeado diretor do Hospital Socorrão, mas defende Brandão com a promessa de ser eleito prefeito em Paço do Lumiar.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo